SQL Azure Reporting Services no SQL Server 2012 (BIDS).

Posted on junho 28, 2012

3


Introdução

(Figura 1 –  A facilidade da nuvem no alcançe das suas maõs.)

O Microsoft Azure SQL Reporting é um serviço disponibilizado pela Microsoft baseado em nuvem, e tem como objetivo realizar a publicação de relatórios, podendo se conectar ao banco de dados SQL Azure (Cloud).

Esse novo recurso é baseado no já existente e consolidado SQL Server Reporting Services mais conhecido como SSRS. Porém a facilidade de estar na nuvem é aproveitar a força de processamento alêm de possuir a vantagem de alta disponibilidade, escalabilidade, segurança e proteção das informações recebidas.

Benefícios

(Figura 2 – Plataforma do Windows Azure SQL Reporting.)

Os benefícios que podemos ter perante esse recente produto são:

Rica experiência nos relatórios

Sendo assim, podemos visualizar os relatórios tanto On-Premise , na aplicação do Windows Azure ReportViewer ou até mesmo na Web. Podemos ter ainda a grande flexibilidade de salvar esses relatórios em PDF, MHTML, XML, TIF, CSV, EXCEL, TIFF e WORD.

Porém o SQL Azure Reporting possui algumas limitação que são elas – http://msdn.microsoft.com/en-us/library/windowsazure/gg430132.aspx

Alto gerenciamento

Com isso esse recurso nos poupa de todas as dificuldades e contravenções administrativas, sendo assim não há preocupação com hardware, licença, software, instalação, fazendo com que o foco seja somente o desenvolvimento de relatórios para seu negócio.

Familiaridade com as ferramentas de desenvolvimento

Provalmente você já utilizou ou criou relátórios no SQL Server Reporting Services cuja a extensão é (.rdl). Toda a parte de configuração em relação ao relatório como as fontes de dados, datasets e partes do relatório serão armazenadas no servidor do azure.

A facilidade na crição dos relatório é tão boa que podemos realizá-lo no BIDS do SQL Server 2012 assim como no VS e tambêm no Report Viewer.

Escalabilidade e Alta Disponibilidade

Principalmente retira o overhead que possa haver dentro de um servidor de produção local ou na sua rede coporativa, alêm de possuir a alta disponibilidade dentro dos DataCenters da Microsoft.

Custo efetivo

Assim como todos os serviços disponíveis na nuvem da Microsoft, o SQL Azure Reporting possui suporte à escalabilidade, ou seja se paga somente pelo que se usa.

Criando o Servidor de Relatórios na Nuvem – (Passo 1)

Acesse sua conta no azure, se não possuir acesso realize a criação de uma conta – http://channel9.msdn.com/posts/Criando-uma-conta-no-Windows-Azure e logo após efetue o login.

image

(Figura 3 – Acessando o windowsazure.com)

Após isso acesse …

image

(Figura 4 – Aba de relatórios do Windows Azure.)

e vá em…

image

Nesse momento teremos que especificar a assinatura já criada, assim como a região na qual você deseja criar o servidor de relatório, para melhor otimização é recomendado que o mesmo seja criado no mesmo datacenter da instância de banco de dados e logo após o login e senha do administrador.

image

(Figura 5 – Especificando a assinatura e região.)

image

(Figura 6 – login e senha do administrador.)

Depois de instalado teremos a assinatura e o servidor instalado no Windows Azure.

image

(Figura 7 – Informações da assinatura do SQL Azure Reporting.)

image

(Figura 8 – Informações do servidor do SQL Azure Reporting.)

Criando o Relatório no BIDS 2012 – (Passo 2)

Com o servidor de relatório já criado, agora iremos criar um simples relatório no BI Development Studio 2012 (BIDS).

Iremos abrir o BIDS 2012 e  criar um novo projeto no Reporting Services.

Untitled

(Figura 9 – Abrindo o BIDS 2o12.)

image

(Figura 10 – Criando um Projeto Report Server.)

Nas próximas telas iremos realizar a construção do relatório assim como a conexão com o banco de dados.

Irei utilizar o banco de dados DadosAzureSync para exemplo, criado no SQL Azure, para maiores informações sugiro leitura – https://luanmorenodba.wordpress.com/2012/06/27/deploy-database-to-sql-azure-no-sql-server-2012/

image

(Figura 11 – Wizard para criação do relatório.)

Iremos criar o nome da fonte de dados e clicar em Edit.. para realizar a configuração com o banco de dados do Azure.

Capture

(Figura 12 – Informando o nome do Data Source e editando a fonte de dados.)

Iremos selecionar a instância do SQL Azure, banco de dados DadosAzureSync e testar sua conexão.

image

(Figura 13 – Conexão e teste com a base de dados selecionada.)

Na próxima aba, iremos selecionar a consulta na qual devemos realizar, para isso insira a seguinte consulta….

SELECT P.productid AS IDProduto,

       P.productname AS NomeProduto,

        P.categoryid AS IDCategoria,

        C.categoryname AS Categoria,

        S.contactname AS NomeContato,

        S.contacttitle AS TipoContato,

        P.unitprice AS ValorUnitario

FROM Production.Products AS P

INNER JOIN Production.Categories AS C

ON P.categoryid = C.categoryid

INNER JOIN Production.Suppliers AS S

ON P.supplierid = S.supplierid

WHERE p.productid <= 77

image

(Figura 14 – Consultando o banco de dados.)

image

(Figura 15 – Selecionando a forma Tabular.)

image

(Figura 16 – Especificando como o relatório será apresentado.)

image

(Figura 17 – Especificando qual será o modo de apresentação incluíndo subtotal e drilldown.)

image

(Figura 18 – Especificando o estilo do relatório.)

image

(Figura 19 – Nome do relatório e sumário.)

image

(Figura 20 – iremos pular essa parte, porque iremos realizar o deploy no SQL Azure Reporting então clique em Finish >>|.)

Se estiver com algum problema durante a criação do relatório Quantidade de Produtos.rdl, sem problemas, você pode baixar aqui – https://skydrive.live.com/?cid=6E894476A77CD2F2&id=6E894476A77CD2F2%21142

Depois de toda a configuração realizada para a criação do relatório, o mesma será apresentado da seguinte forma:

image

(Figura 21 – Relatório Quantidade de Produtos por categoria sendo apresentado.)

Publicando o Relatório no SQL Azure Reporting – (Passo 3)

Finalizado o relatório, agora iremos publicá-lo na nuvem, ou seja no SQL Azure Reporting.

No solution explorer clique em properties….

Untitled

(Figura 22 – Realizando o deploy do relatório.)

Agora iremos realizar  a configuração para o relatório, teremos que realizar  a configuração do:

TargetReportFolder = Nome do Folder

TargetServerUrl = Servidor do SQL Azure Reporting

Capture

(Figura 23 – Configuração para a importação do relatório para o SQL Azure Reporting.)

Para encontrar o TargetServerUrl, você pode ir no gerenciador do Windows Azure e buscar aqui…

Capture

(Figura 24 – Buscando as informações do servidor.)

Depois de todos os campos preenchidos é só realizar o deploy do relatório para o servidor.

Untitled

(Figura 25 – Realizando o deploy para o servidor.)

image

(Figura 26 – Login e senha de administrador para acesso ao servidor.)

image

(Figura 27 – Conclusão do Deploy.)

Verificando o Relatório no SQL Azure Reporting – (Passo 4)

Com o relatório já publicado agora iremos verificá-lo. Voltando ao gerenciador do Windows Azure na parte…

image

acesse o link aqui..

Capture

image4

(Figura 28 – Acesso ao Portal do Windows Azure SQL Reporting.)

Com isso, seremos direcionados para a Central de Relatório do Windows Azure Reporting.

E logo depois seu relatório esta sendo acessado na nuvem….

Capture

(Figura 29 – Relatório publicado com sucesso.)

 

Update – Depois de o  Nogare ter falado comigo, tentei realizar um deploy a partir do SQL Server (On-Premise) e vi que o mesmo ainda não possui integração para isso. Sendo assim, só podemos realizar a conexão com banco de dados azure.

Na hora do deploy aparece um erro dizendo que a extensão do tipo .SQL não é aceita, porém o relatório sobe para o SQL Azure Reporting e logo depois disso quando tento acessá-lo há outro  erro dizendo que não é possível realizar a conexão com o banco de dados, porque o modo de acesso ao data source é windows authentication.

Diego Nogare, muito obrigado pela informação! ….)